De acordo com uma pesquisa do Instituto Locomotiva, obtida com exclusividade pelo Estadão, cerca de 11 milhões de brasileiros utilizam os aplicativos para garantir uma parte ou a totalidade da renda mensal.
Isso porque a pandemia trouxe à tona o desemprego, a necessidade do isolamento social, além da restrição ao atendimento presencial. Com isso, restaurantes, bares e outros comércios precisaram se reinventar, fazendo parte do universo digital.

Por consequência, oportunidades de emprego ligadas ao drive-thru surgiram e mais pessoas passaram a ter parte de sua renda ¬vinda dos aplicativos.

Ainda de acordo com o estudo do Instituto Locomotiva, atualmente, 20% da população brasileira utiliza algum aplicativo para trabalhar. Antes da pandemia, essa fatia era de 13%.

Vale ressaltar ainda que a pesquisa utiliza dados de pessoas que utilizam ferramentas para se comunicar ou captar novos clientes no universo digital e não apenas aos que prestam serviços, como o de transporte e o de delivery.

O presidente do Locomotiva, Renato Meirelles, explica que os aplicativos se tornaram os maiores empregadores do país. “É um número muito grande. O dado inclui o brasileiro sem renda e que não conseguiu viver apenas com o auxílio emergencial”, afirma.

Redes sociais

Dentre as ferramentas utilizadas para captação e comunicação com os clientes estão as redes sociais. O estudo do Locomotiva mostra que 34% dos entrevistados para a pesquisa citaram as redes sociais como tecnologia que não abririam mão.

Delivery de Açaí em Ribeirão Preto

Para entender um pouco mais sobre a realidade do trabalhador brasileiro, os especialistas do Açaí Frutaça, localizado em Ribeirão Preto, entrevistaram o Leonardo dos Santos.

Leonardo conta que já trabalha com entregas há três anos, sempre as tendo como uma segunda fonte de renda. Durante a pandemia, sua renda aumentou quase 50%. Por entender que o delivery será parte relevante na sua receita em um prazo mais longo, Leo – como gosta de ser chamado – enxerga essa renda como um futuro certo para ele e sua família. “Trabalho com bastante afinco e dedico por volta de quatro dias da semana para receber, aproximadamente, R$ 500 reais. Acredito muito nessa renda para o meu futuro”, diz.

Ficou com vontade de experimentar o açaí mais puro de Ribeirão Preto? Clique aqui e peça o seu Combo Frutaça!